terça-feira, 7 de dezembro de 2010


A minha criação é baseada em um mundo de duas faces e complementares . Dependendo do ponto de vista, podemos interpretar de maneiras diferentes alguns elementos, como: as folhas da árvore e as nuvens. A estátua e a árvore foram vetorizadas. O mesmo com uma maçã e depois multiplicada. A imagem de fundo está com tal efeito graças ao "rastrear bitmap".

Fairytale


Resolvi criar um mundo de fantasias onde os sonhos viram realidade
. Inspirei-me na imagem principal que é um castelo no tronco da arvore. Como parecia um castelo de contos de fadas resolvi incorporar elementos que ampliassem esse significado, assim coloquei o barco que navega nas nuvens e cujas velas são flores, as flores na arvore como se fossem luzes, o moinho de vento que a hélice é uma borboleta, a fada tocando flauta sentada na lua e o unicórnio. Usei o Corel para vetorizar as imagens usando a ferramenta de rastreio de bitmap e usei a ferramenta forma pra fazer ajustes nas imagens!
Para esta composição procurei fazer algo mais simples em questão de detalhes e realismo, porém chamativo pelos contrastes de cores presentes.

A tarefa era fazer algo surreal, fiz um personagem humanóide segurando algo esquisito. São elementos de que gosto e costumo usar em meus trabalhos. O personagem e a situação em si já são surreais.

A intenção foi fazer algo similar ao pop art, repetições gráficas, cores fortes e caricato.

Usei formas geométricas e a ferramenta caneta do Adobe Illustrator para compor tudo. Só o básico.

Para gerar tal composição surrealista tive como inspiração a psicodelia dos anos 70. E ligado a isso utilizei meu gosto pela revista Vogue que apresentava na capa Vanessa Paradis. Usei as engrenagens, balão e árvores para expressar a ideia da expansão da mente.

Yeah!


Ligado ao surreal, busquei unir elementos que apresentassem diferenças entre si, e que unidos resultassem em uma composição que fugisse da realidade.

O garoto e o Dragão.




Para chegar a imagem final, utilizei o programa Adobe Photoshop para tornar as figuras em preto e branco, procurando não utilizar tons de cinza. Depois, vetorizei as imagens com o Corel Draw. A composição, mostra um garoto brincando e sorrindo, mesmo com a explosão causada pelo fogo do Dragão. E a flor, mesmo indefesa, sobrevivendo a tudo isso.

Erick Attos

Eruption


Nessa composição, que teve como tema o surrealismo, procurei representar mais um tema que me agrada, que são os vulcões. Para compor a imagem, pensei num lugar que seria inusitado ter um vulcão e algo estranho e absurdo para ele expelir.

Decidi, então, miniturizar um vulcão e colocá-lo na palma da mão de uma pessoa. Fazê-lo expelir exatamente as letras que formam a palavra 'eruption' (erupção em inglês) foi outra adição interessante que pensei.

Para dar um toque final, foram distorcidas as palavras "eruption" para que elas ficassem o mais parecido com o formato de uma erupção, que deu um toque muito interessante a peça.

No mundo da Lua

Baseado na ideia de um lugar de sonhos, onde voce pode voar para lugares inimagináveis, e este conceito q essa imagem quer passar... algo surreal como em um sonho.

O Olho de Caríbdis

A composição acima possui inspiração na lenda grega do monstro marinho Caríbdis, que, quando ficava com fome, engolia as embarcações que estivessem em seu caminho através de seu redemoinho. O olho azul-esverdeado dá o toque surreal e contrasta com a profundidade do redemoinho. Utilizei as ferramentas de vetorização e rastramento do Corel Draw.
Nesse trabalho, procurei reunir vários elementos como jogos, cores, internet e atualidade, música... Com o intuito de mostrar livremente os pensamentos e os gostos de uma garota comum, como se eles estivessem saindo da sua mente.

Inside my Head

Baseado em um dos personagens da obra "O labirinto do Fauno" , criei um personagem com o estilo de desenho da banda Gorillaz, em tons de cinza. A ilustração tem como objetivo, passar a mensagem de que devemos olhar um pouco mais para nós mesmos e não inibir nossos pensamentos diante da opinião de outras pessoas. (-q)

Atlantis City






















A idéia da composição era mostrar sereias nadando e cantando por entre as escadas que foram inspiradas nas obras de Maurits Cornelis Escher. As escadas e as sereias foram vetorizadas e em algumas imagens foram usadas "rastrear bitmap" pra formar o reflexo da água e os corais.

Vaidade...




Ao fazer esta composição, tive como inspiração esse exagero dos últimos tempos da valorização dos conceitos de beleza, estética e vaidade, onde muitas vezes o que se é levado em consideração é que tido como "belo". Para isso, ultizei a imagem de uma gata, que é "abduzida" para este mundo, onde a sua vaidade é tanta que a faz "usar" salto alto e seu olho é em forma de coração. Meu objetivo nesse trabalho, é representar, de forma, surreal, essa sociedade que preza a vaidade a cima de tudo e de todos.

O Sonho Acabou


Nesta Composição, resolvi produzir algo violento, que chame atenção. Para isso, criei uma guitarra modelo Fender, formada por partes do coração e ossos do braço humano. A idéia é que o rock N´Roll clássico, onde a música era uma necessidade para o artista, fazendo parte de seu próprio corpo, foi destruído pelas drogas e esquecido, por isso coloquei a guitarra no canto com um papel de parede retro e a sombra de um rato.


Designer: Mariana Valcaccio

Mushrooms

Nesta composição Surreal, tomei como referência os trabalhos do artista japonês Takashi Murakami, no qual apresenta uma grande variedade de desenhos únicos e diferentes, com temas de cogumelos e monstrinhos variados.

Sendo assim, representei uma imagem no tipo Wallpaper, como tema padrão de cores suaves, além de texturas no fundo para resultar em leveza e contrastes.

Alessandra Xavier

The Dragon and the phoenix



Reuni no meu trabalho dois animais fantásticos que gosto, o dragão e a fênix. O dragão que me passa uma idéia segurança e força e a fênix de renovação. Optei por um cenário frio e com a presença da lua, com montanhas e vales para intensificar a ideia surreal.

Pirateando


Na composição o barco é o copo e a boca "toma" os piratas. Coloquei cores vivas para atenuar o surrealismo, onde o cabelo da pessoa são as ondas beges, os piratas possuem tentáculos, a pessoa é verde e o mar do copo é roxo.

Rain, I don't mind



A imagem consiste numa chuva de tecnologia e uma robô se protegendo dela - parecendo quase ignorá-la, na verdade - enquanto segura um buquê de flores. Tentei fazer um contraste, por isso deixei o fundo e os objetos em preto e branco e destaquei o vestido e as flores, que são os elementos "não-tecnológicos" da composição.